Como criar e lançar o seu primeiro produto digital

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital em poucos passos

como criar e lançar o seu primeiro produto digital

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – e-Books Plrs

INTRODUÇÃO
Esse e‐book tem o objetivo de apresentar todos os passos necessários para você criar o seu primeiro produto digital, lançar esse produto no mercado e realizar as primeiras vendas.
Se você aplicar as estratégias apresentadas nesse livro, vai conseguir transformar o seu conhecimento em um negócio online lucrativo e assim impactar positivamente a vida das pessoas que consumirem o seu produto.

Acho que desde o início é bom esclarecer que criar um negócio lucrativo na internet não é fácil, muito pelo contrário, a maioria esmagadora das pessoas fracassam ao tentar fazer isso…

Estamos nessa jornada desde 2010 e desde então, tivemos muito mais acertos do que erros, portanto quero compartilhar com você tudo o que deu certo para mim e te poupar de cometer os mesmos erros ao criar e lançar o seu produto digital.

Isso acontece por vários motivos, algumas tentam simplesmente imitar algo que já existe, outras buscam dinheiro fácil e rápido ou tentam oferecer algo que não tem demanda no mercado.

Meu objetivo é esclarecer esses pontos, te mostrar um caminho que realmente funciona e fazer com que você conclua se esse tipo de negócio faz sentido para a sua vida. Uma coisa eu posso lhe adiantar: Escalar essa montanha não é nada fácil, mas a vista lá de cima é linda. Em outras palavras, vale realmente a pena.

Boa leitura.

Equipe e-Books Plrs

A JORNADA DO EMPREENDEDOR DIGITAL

Hoje em dia é senso comum que o empreendedorismo está em alta, nunca se falou tanto sobre esse assunto e muitas pessoas estão sendo atraídas por essa onda e estão tentando empreender.
Afinal de contas, o que realmente significa empreender?
Não é o objetivo desse livro mencionar teorias e artigos acadêmicos sobre empreendedorismo, mas não posso deixar de mencionar que para empreender no mercado digital você vai precisar de uma boa dose de alguns ingredientes:

Paciência
A paciência é necessária porque você terá que aprender muitas coisas novas, desde conceitos até ferramentas, isso vai exigir tempo, terá uma curva de aprendizado e algumas etapas não podem ser ignoradas. Se você tiver muita ansiedade de ver a coisa acontecendo, vai pular etapas e poderá fracassar, portanto, principalmente no início, seja paciente.

Persistência
A persistência será necessária para você não desistir, uma vez que você tiver certeza de que criou o produto certo para o público certo, não desista. Ajuste a rota, se necessário, mude o que for preciso, mas não desista. É muito cômodo voltar para a zona de conforto, mas para sair dela você terá que se desafiar e ser persistente.

Resiliência
Uma coisa eu posso te garantir, empreender no mercado digital vai dar muito trabalho e você terá muitos problemas. Como você se sente em relação a isso? Será necessário se preparar para coisas que vão dar errado, como por exemplo, você convida centenas de pessoas para uma LIVE, recebe confirmação dessas pessoas por e‐mail e chega no dia da apresentação aparece menos de 10% das pessoas que confirmaram… Se fatos como esse te pararem, é sinal que você ainda não tem a resiliência necessária para empreender no mercado digital. É necessário aprender com os erros e tirar lições de todos os eventos, sejam eles bons ou ruins. Uma coisa eu aprendi ao longo da minha jornada (ainda em andamento) no mercado digital: SEMPRE ganhamos algo quando lançamos um infoproduto no mercado.

Ao ler as próximas páginas você vai entender melhor esse conceito.

AS PESSOAS PAGARIAM PELO SEU PRODUTO?
Antes mesmo de definir qualquer coisa sobre o seu infoproduto, é preciso saber se as pessoas pagariam por ele, para responder essa pergunta, você precisa conhecer muito bem para quem você pensa em oferecer esse produto.

Sempre que nos referimos a essa pessoa, utilizamos o termo Avatar. Resumindo, você precisa conhecer o seu avatar. Embora isso pareça óbvio, estamos falando de uma etapa que não deve ser ignorada, muito pelo contrário, essa é uma das etapas mais importantes do seu planejamento. 

Você precisa ter várias informações sobre o seu avatar:
Homem, Mulher ou ambos
Qual a idade ou faixa de idade
Onde vive (país, estado, cidade)
Relacionamento (pessoas casadas, solteiras, com relacionamento sério)
Grau de Instrução (pode ser um fator importante dependendo do nicho)
Interesses (hobbies, sobre o que pesquisa, conteúdo que consome)
Desejos (o que aspira ser, o que realmente gosta)
Sonhos (onde quer chegar, qual o seu objetivo de vida)
Medos (o que tira o sono do seu avatar), o que pode acontecer de ruim caso ele não decida pelo seu produto hoje mesmo

A lista de características acima é apenas um exemplo resumido das informações que você precisa saber sobre o seu avatar, recomendo que você não subestime essa etapa, pois qualquer informação errada nessa fase irá impactar todo o restante do seu lançamento.

Uma maneira simples e eficiente de saber se você acertou nessa etapa é validar com uma amostragem de pessoas. Exemplo: Vamos imaginar que você queira oferecer um produto para
mulheres, entre 30 e 40 anos, casadas e que tenham interesse em atividades físicas, mais especificamente Pilates. Se esse for o público que você deseja atingir, é recomendado que você converse com pelo menos umas 10 pessoas que preencham essas condições, apresente a elas a sua ideia, escute a opinião delas e tente descobrir quanto elas pagariam pelo seu produto.
Para realizar esse tipo de validação, você tem que utilizar a especificidade, se o objetivo é oferecer algo para mulheres, fale com mulheres! Se no mapeamento do seu avatar, você pensou em mulheres que praticam Pilates, não adianta conversar com mulheres que fazem Yoga! Ações distorcidas vão gerar resultados distorcidos, lembre‐se disso.

Esse tipo de estratégia pode te revelar muitas coisas interessantes, inclusive que talvez a sua ideia não seja viável! Caso isso aconteça, a resiliência terá que entrar em ação para você superar a rejeição, efetuar os ajustes necessários e tentar novamente.

Isso já aconteceu comigo, faz parte do jogo. O importante é aprender com o que deu errado e seguir adiante, sempre.
Muitos infoprodutores são tão apegados aos seus produtos que deixam de escutar a audiência, sobre isso cabe um raciocínio: Você quer ter razão ou quer ser feliz?
Às vezes, uma ideia que você teve durante um final de semana e conversou imediatamente com uma pessoa próxima pode parecer super promissora,
mas ao tentar validar essa ideia com uma amostra de pessoas (seu avatar), você descobre que pensou em algo que não tem nada a ver com eles.

Prepare‐se para isso, pois mais cedo ou tarde, vai acontecer com você. Mas não se preocupe, existe muito mais coisas boas do que ruins nesse tipo de negócio! Uma vez que você conseguiu validar a sua ideia com o seu avatar, digo uma amostra de 10 pessoas em média, é hora de iniciar o planejamento da criação e lançamento do seu primeiro produto digital.

É sobre isso que eu quero te explicar desse ponto em diante neste livro.

PASSO 1 – A BASE DO SEU NEGÓCIO DIGITAL

Ferramentas Necessárias
Para criar um negócio digital, inevitavelmente você terá que aprender a trabalhar com algumas ferramentas, algumas gratuitas e outras pagas.

A escolha dessas ferramentas é uma decisão sua, vou recomendar algumas que eu utilizo e que funcionam muito bem, mas a escolha é sua.

O que preciso te dizer sobre isso é que já vi muitos empreendedores fracassarem nesse mercado simplesmente pelo fato de estarem sempre buscando coisas 100% gratuitas, facilidades, vantagens, etc.

Existem muitas ferramentas gratuitas que funcionam muito bem, inclusive algumas delas oferecem o modelo FREEMIUM, onde você pode iniciar com um modelo gratuito e conforme você vai crescendo, pode migrar para um plano pago.

A dica aqui é: Busque a melhor opção de acordo com o seu orçamento, mas jamais sacrifique a qualidade. Após essa pequena introdução, vamos ao que interessa. Eu quero te
apresentar quais ferramentas não podem faltar na sua estrutura.

As vendas de um produto digital são realizadas basicamente por uma fórmula muito simples:

TRÁFEGO + COPY

Calma, talvez esses termos ainda não sejam familiares para você, mas ao longo desse livro tudo vai ficar muito claro.

Vamos inicialmente falar do primeiro fator: O TRÁFEGO

Podemos definir Tráfego como a quantidade de pessoas que visualizam a sua mensagem na internet em uma determinada janela de tempo. Essa mensagem deve ser divulgada em vários canais.

A sua mensagem deve atingir o maior número de pessoas possível e lembre‐se de que estamos falando sempre do seu avatar!

As redes sociais são fontes de tráfego que devem ser exploradas na sua estratégia, entretanto existem alguns nichos que são extremamente difíceis de serem veiculados nesse tipo de mídia, é o caso dos nichos de conteúdo adulto, sexualidade, emagrecimento, medicamentos, suplementos, etc.

Não estou dizendo que não seja possível veicular esse tipo de conteúdo, mas antes de fazer uma postagem em uma rede social, eu recomendo que você leia com bastante atenção a Política de Publicidade da plataforma, essas políticas são facilmente encontradas na Central de Ajuda.

As redes sociais podem ser utilizadas basicamente de 3 maneiras:
Produção de Conteúdo, Anúncios Pagos, Atração de Visitantes para o seu site. Se você ainda não tiver um site, não se preocupe! Vamos falar sobre isso logo adiante nesse livro.

Agora vamos nos concentrar nas 3 maneiras de utilizar as redes sociais

1. Produção de Conteúdo
Você vai precisar postar o seu conteúdo em texto ou vídeo diretamente nessas redes e as pessoas que consumirem o seu conteúdo e considerarem ele relevante, podem engajar com você, comentar sobre o seu conteúdo e recomendar para outras pessoas, é o que chamamos de compartilhamento.
Quando uma pessoa compartilha algo com alguém que ela conhece, podemos concluir que ela gostou do seu conteúdo, ou pelo menos achou ele interessante e muito provavelmente ela recomendou esse conteúdo para alguém que tenha os mesmos interesses que ela, dessa forma você passa a atingir uma pessoa que você ainda não conhecia. Hoje, a plataforma mais utilizada para produção e distribuição de conteúdo é o Facebook. Muitas pessoas acham que a bola da vez é o Instagram ou até
mesmo o WhatsApp e por isso consideram que o Facebook ficou para trás.

É importante você saber, caso você não saiba, que o Instagram, WhatsApp e Messenger estão DENTRO da plataforma do Facebook, ou seja, do ponto de vista de distribuição do conteúdo, tudo é feito dentro do Facebook.

E dependendo do seu avatar, talvez a melhor rede sem seja o Facebook, isso quem terá que descobrir é você mesmo! Talvez o seu avatar prefira o LinkedIn, o Twitter ou até mesmo alguma das outras redes existentes. Um outro ponto a considerar é que pode ser que o seu avatar prefira utilizar o Instagram ao invés do Facebook e está tudo bem com isso!

Mas vamos lá, essa história será explicada com mais detalhes quando formos falar de tráfego pago. Nesse momento, vamos considerar que as redes utilizadas serão o Facebook e o Instagram, combinado?

Criação de uma Página no Facebook
Para que isso funcione, o primeiro passo será você criar uma página no Facebook e acredite, nesse passo simples ainda existem pessoas cometendo o erro de divulgar seus produtos digitais por meio de um perfil pessoal. Perfil Pessoal é uma coisa e Página da Empresa é outra – completamente diferente!
Essa não é melhor maneira de criar a estrutura do seu negócio na internet. O Facebook oferece ferramentas diferentes para pessoas e empresas. Quando eu falo que você tem que criar uma página, estou falando de montar a estrutura de publicidade e distribuição do seu negócio, isso precisa ficar claro para o Facebook, para isso, a plataforma oferece o recurso de criação de páginas.
Um mesmo perfil pode ter várias páginas no Facebook, mas pensando na criação e lançamento do seu produto digital, você vai precisar de apenas uma página.

A escolha do nome dessa página deve estar alinhada com a solução que você vai oferecer, em alguns casos deverá estar ligada até mesmo a você, pois pode ser que a sua solução seja algo realizado por você, como um programa de coaching, por exemplo.

Caso o seu negócio seja um curso online, seria bom que essa página fosse apresentada como o nome da empresa (dessa forma você pode criar outros cursos online) ou até mesmo com o nome do seu produto digital, caso você pense em ter apenas um produto. Tudo depende da sua estratégia, prepare‐se inclusive para rever essa estratégia, isso pode acontecer! Nessa página você pode postar conteúdos em texto, vídeos e interagir com a sua audiência. Essa interação é importante, pois nos comentários você vai perceber se o seu conteúdo está alinhado com os interesses da sua audiência, esse acompanhamento precisa ser feito muito de perto. Antes mesmo de pensar em criar o seu primeiro produto digital, você vai precisar gerar conteúdo para que as pessoas te conheçam e passem a te reconhecer com alguém que domina um determinado assunto. Em outras palavras, você precisa mostrar autoridade sobre o assunto, essas
pessoas precisam entender que o material que você divulga tem relevância para elas. Tão importante quanto a qualidade do seu conteúdo é a frequência. De nada adianta postar um conteúdo altamente relevante, conseguir o engajamento das pessoas e depois desaparecer por semanas. Você vai precisar criar uma rotina, dessa forma as pessoas vão começar a acompanhar o seu trabalho e quando você for oferecer o seu produto digital, tudo será muito mais simples.

2. Distribuição de Conteúdo nas redes sociais
Antes mesmo de entrarmos na parte de tráfego pago, eu quero te dizer que o seu conteúdo não precisa estar necessariamente no Facebook, ele pode estar no seu site, melhor dizendo, no seu blog.
Sim, isso mesmo, é importante que você tenha um website próprio e que esse website seja dinâmico, dessa forma você vai poder postar conteúdos sem pedir ajuda para ninguém, sem depender de um especialista em websites, por exemplo.
A melhor ferramenta para você construir e manter o seu website é o WordPress.

NOTA: Essa etapa é importante e não tem nada de complexo, porém nem todo mundo tem afinidade com tecnologia e ou atividades técnicas, portanto, é comum solicitar ajuda de alguém com essa expertise nessa fase do processo. Basicamente você vai precisar de 3 coisas:

2.1 Registrar um Domínio
A sua empresa precisará ter um domínio, algo como
www.suaempresa.com.br ou www.suaempresa.com.
Existem empresas que fazem esse registro online, é simples e rápido. Um domínio .com.br pode ser feito no site
https://registro.br e um domínio .com pode ser
feito no site
https://br.godaddy.com

2.2 Contratar uma hospedagem
O seu domínio vai precisar ser configurado em uma hospedagem, dessa forma, todas as vezes que alguém digitar o endereço do seu site no navegador, será levado para o local onde o seu website está hospedado. Procure por uma hospedagem profissional, lembre‐se de que você precisa ter garantias que o seu website estará no ar sempre que for acessado!

2.3 Criar o seu website utilizando o WordPress
Quase todas as hospedagens possuem um instalador bem simples para configurar o WordPress, caso você tenha algum tipo de dificuldade nessa etapa, procure um profissional que trabalhe com a criação de websites, pelo menos para te ajudar a dar os primeiros passos. Uma vez que o wordpress estiver instalado e o seu site estiver no ar, é hora de escolher um tema e começar a montar a estrutura e o conteúdo do seu site.

Uma vez que o seu website está no ar e você já está conseguindo fazer as postagens no seu blog, você pode distribuir esse conteúdo nas redes sociais. Basicamente você deverá fazer uma postagem que contenha uma imagem que chame a atenção e escrever um pequeno texto mencionando algo como:
“Olá, o problema X é algo que incomoda bastante as pessoas… eu acabei de publicar um artigo completo sobre… e para acessar, basta clicar no link abaixo e ler o artigo completo no meu website…”. É claro que isso é apenas um exemplo de abordagem, não um texto completo, de como utilizar as redes sociais para atrair visitantes para o seu website.

NOTA: É importante que o seu website monitore o tráfego e identifique algumas informações das pessoas que estão passando por lá, o Google Analytics é uma ótima ferramenta para isso.

3. Veicular anúncios na sua página
As redes sociais como o Facebook são monetizadas pelos anunciantes, ou seja, oferecer ferramentas para anúncios é a única fonte de renda delas. Esses anúncios são como postagens patrocinadas pela sua página, mas elas podem ou não aparecer na linha do tempo da página da sua empresa. Existem diversos tipos de anúncios com objetivos diferentes, mas eles acabam circulando camuflados na sua linha do tempo, sempre tentando que você execute alguma ação. Um bom anúncio precisa ter alguns elementos para se destacar em meio a uma tonelada de informações que passam sob os nossos olhos todos os dias nas redes sociais.

3.1 Uma imagem que chame a atenção e gere curiosidade
3.2 Uma Headline (frase de impacto que prenda a atenção da pessoa
3.3 Um texto persuasivo que faça a pessoa ler até o fim (e que seja o mais curto possível)
3.4 Uma chamada para a ação um link, um botão, algo para a pessoa clicar e executar uma ação.

Uma vez que a pessoa executar essa ação ela será levada para uma página de vendas ou uma página de download de algum material que você queira distribuir, enfim, nesse momento pode afirmar que essa pessoa “converteu”, ou seja, ela respondeu ao seu comando.

Além das redes sociais você pode criar anúncios no Google e também no Youtube.

Bem, vamos recapitular uma coisa: Esse livro tem o objetivo de te mostrar as etapas necessárias para você criar e lançar o seu primeiro produto digital, portanto não vou entrar em detalhes sobre anúncios, afinal esse assunto renderia uma longa explicação, em breve vou disponibilizar outro livro apenas sobre esse tema. Voltando ao assunto das ferramentas, no seu website você vai precisar criar páginas de captura, são páginas que as pessoas acessam uma mensagem e encontram um formulário para deixar o seu e‐mail em troca de algo, por exemplo, a página onde você informou o seu e‐mail para conseguir este e‐book é uma página de captura. Essa página fica integrada com uma ferramenta de e‐mail marketing, dessa forma, ao informar o e‐mail o visitante é direcionado para uma página que chamamos de “Página de Obrigado”, nessa página você deve entregar o que
você prometeu ou orientar os próximos passos para a pessoa que acabou de lhe informar o e‐mail. É importante que você tenha uma ferramenta de e‐mail marketing para realizar essas ações, pois esses e‐mails devem ser configurados e disparados automaticamente.

Vamos recapitular os passos dessa fase?
1. Registre um domínio
2. Contrate uma hospedagem
3. Crie o seu website
4. Contrate uma ferramenta de e‐mail marketing
5. Crie a sua página no Facebook e um perfil no Instagram
6. Poste conteúdos frequentes nessa página e interaja com a sua
audiência
7. Poste conteúdos no seu website
8. Distribua esse conteúdo na sua página do Facebook e no Instagram
9. Crie recompensas para a sua audiência acessar o seu site e deixar o e‐mail
10. Entregue essas recompensas e estabeleça um relacionamento
com essa audiência

Bom, seguindo esses passos, você vai iniciar a criação e expansão da sua audiência, não subestime nenhuma dessas etapas, as pessoas fracassam no mercado de infoprodutos porque pulam etapas do processo e querem apenas os resultados. Cada coisa no seu tempo. Essa fase de geração, postagem e distribuição de conteúdo é fundamental para o seu sucesso e você vai precisar fazer isso sempre. Na sequência, vamos para a última parte do primeiro passo e vamos falar do planejamento para criar e lançar o seu produto digital.

Planejamento
Ok, você já entendeu toda essa parte das ferramentas, da estrutura necessária, já iniciou as suas postagens e já está criando a sua lista de e‐mails é hora de engajar a sua audiência. É muito importante que você acompanhe diariamente os comentários das
suas postagens nas redes sociais e no seu blog, esses comentários vão te fornecer informações importantes sobre a sua audiência, use isso a seu favor e ajuste o seu conteúdo. Agora vamos entrar no planejamento para a criação do seu primeiro produto
digital, ou até mesmo do seu próximo infoproduto, caso você já tenha um.

A primeira dica que quero lhe passar nessa etapa é a seguinte:
Não crie um produto que você precise procurar pelos clientes depois.
O que eu quero dizer com isso é que muitos empreendedores querem começar um negócio digital a partir de uma ideia que eles mesmos consideram genial, lamento dizer, mas geralmente essas ideias fracassam. O sucesso geralmente acontece quando identificamos um problema da audiência e então decidimos criar um produto para resolver aquele problema, esse caminho é muito mais simples, basta que você preste
bastante atenção nas informações que a sua audiência te fornece todos os dias, principalmente por meio dos comentários nas suas postagens.
Uma outra maneira de identificar esses potenciais problemas é participar de grupos nas redes sociais e prestar atenção nas dificuldades que as pessoas relatam.

O Google Trends (https://trends.google.com) é uma ótima ferramenta para você identificar temas que estão em alta no memento, principalmente se estão em ascenção ou decadência.
Uma vez que você identificar esse problema, eu recomendo que você crie um produto para resolver algo bem específico, quanto mais direto ao ponto você for, mais fácil será explicar para a sua audiência os benefícios do seu produto. Exemplo: Ao invés de criar um curso online que ensina fazer 50 tipos de sobremesas diferentes, comece por ensinar a fazer Brigadeiros Gourmet com
Chocolate Belga, por exemplo. Quanto mais específico for o resultado oferecido, mais simples será de explicar e convencer a sua audiência de que o seu produto resolve um problema.
Para fechar essa parte do nosso livro, guarde essa dica:
O seu produto precisa resolver um problema específico do seu avatar.

Uma outra questão que você deve considerar ao escolher qual problema o seu produto vai resolver é saber se esse problema realmente incomoda o seu avatar. Um dos segredos para criar um produto digital de sucesso é ancorar esse produto em um desses 2 sentimentos no seu avatar: Medo ou Ganância.

Medo
Encontre um problema que cause medo no seu avatar, algo que se ele não decidir rapidamente, terá que enfrentar as consequências.
Ganância
Identifique um sonho do seu avatar que seja muito importante para ele, algo que faça ele se se sentir excluído caso ele não tome essa decisão. As pessoas têm uma tendência de procrastinar as decisões, por isso é muito importante que você prepare uma estratégia para tirá‐las da zona de conforto e chamá‐las para a ação, nesse caso, resolver um problema adquirindo o seu produto. Eu recomendo que você invista um tempo nesse planejamento, mas não muito, afinal, você está lendo esse livro porque quer criar um negócio digital, não é mesmo?

Aqui vale a pena mencionar uma frase muito utilizado no mercado digital: “Feito é melhor que perfeito.”
Não estou fazendo apologia a falta de qualidade, mas sim te chamando para o jogo, comece hoje mesmo. Às vezes, as pessoas esquecem que o bom é inimigo do ótimo e assim pensam que tudo deve ser perfeito, milimetricamente calculado e por esse
motivo vivem adiando o seu lançamento… EU conheço dezenas de pessoas assim e tento mudar o mindset delas o tempo todo!
Nos próximos passos será a hora de colocar esse planejamento em prática, vamos lá?

PASSO 2 – CONHEÇA O SEU AVATAR E A SUA CONCORRÊNCIA
Nesse memento, eu imagino que você já tenha feito a sua lição de casa, já
conhece o seu avatar, já identificou os principais problemas que eles querem
resolver, já criou a sua estrutura nas redes sociais e também o seu website,
já está criando e distribuindo conteúdo, enfim, já tem um relacionamento
com a sua audiência engajada.
Se esse parágrafo que você acabou de ler não fez sentido pra você, eu
recomendo que você não avance nesse livro e retorne ao passo 1, lembre‐se
de que pular etapas desse processo é um dos motivos do fracasso da grande
maioria dos empreendedores que iniciam no mercado digital.
Mas vamos lá, considerando que está tudo certo, é hora de analisar o seu
público alvo e a sua concorrência.
Como você já conhece o seu avatar, eu quero te fazer uma pergunta: Você já
identificou quem é o seu maior concorrente?
Se você ainda não fez isso, eu recomendo que você faça agora mesmo, não
se preocupe com a concorrência, as pessoas que consomem um curso online
são famintas por conhecimento e mesmo que já tenham comprado da sua
concorrência, vão comprar de você também, basta que você siga o processo
que eu descreve nesse livro, sem pular as etapas, heim!
Uma vez que você identificou o seu concorrente, acompanhe suas ações nas
redes sociais, cadastre‐se na lista de e‐mails dele, receba e leia todas as
notificações que ele lhe enviar, fique por dentro da estratégia que ele estiver
usando, isso irá lhe fornecer insights interessantes que poderão ser aplicados
no seu negócio, ou até mesmo eventuais erros que ele esteja cometendo
que podem servir de alavancas para impulsionar o seu negócio.
Um outro ponto interessante que você vai descobrir ao acompanhar os seus
concorrentes será qual é a agenda deles, afinal, pelo menos no início, por

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
quê você faria uma LIVE no mesmo dia e hora que ele estiver ao vivo? Com o
tempo, isso será possível, mas no início lembre‐se de respeitar o tempo do
seu avatar e facilite as coisas para eles!
Níveis de Consciência
Agora eu quero falar com você sobre uma questão que pouquíssimos
empreendedores prestam atenção no mercado digital, esse tema faz toda a
diferença quando é aplicado na sua estratégia de comunicação. Eu estou
falando dos níveis de consciência, esse conceito é explicado em detalhes no
livro Great Leads, de Michael Masterson & John Forde (Empiricus, 2017).
Os níveis de consciência do seu avatar seguem uma escala e para cada
estágio nessa escala devemos utilizar estratégias diferentes de comunicação.
Essa escala é representada logo a seguir:
Totalmente Inconsciente: Seu avatar sequer sabe que tem um problema
Para esse tipo de público você precisa se comunicar explicando que existe
um problema potencial que ele não está vendo e por isso precisa prestar
atenção nas informações que você está divulgando.
Consciente do Problema: Seu avatar sabe que tem um problema, mas não
tem a menor ideia de como pode resolver.
Para esse tipo de público, você vai precisar explicar que entende o problema
que o seu avatar está passando, mencione que isso já aconteceu com você e
que hoje você está livre desse problema pois encontrou ou desenvolveu uma
solução.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Consciente da Solução: Seu avatar sabe como o problema deve ser resolvido
e está procurando por um produto ou serviço que faça isso
Para esse tipo de público, você precisa mostrar que o seu produto existe e
que deve ser considerado como uma das opções que resolve aquele tipo de
problema.
Consciente do Produto: Seu avatar já sabe como resolver o problema e sabe
que o seu produto pode fazer isso.
Esse tipo de público já conhece o seu produto e está comparando com outras
opções de mercado, é o memento certo para mostrar os seus diferenciais,
por que você deve ser o escolhido para resolver o problema dele.
Totalmente Consciente: Seu avatar já escolheu você, sabe que você é a
melhor opção do mercado, mas ainda não virou seu cliente.
Esse tipo de público já te conhece, quer o seu produto e não tem dúvidas de
que você é a melhor opção, ele está apenas esperando uma oportunidade
para comprar, um bônus, uma promoção, enfim, ele está apenas
procrastinando.
É importante você prestar bastante atenção nessa escala de consciência para
ajustar a sua comunicação, pois de nada adianta fazer uma oferta direta para
uma audiência que sequer sabe que tem um problema, da mesma forma que
seria redundante explicar qual é esse problema e como você pode resolver
para as pessoas que já te conhecem e estão apenas aguardando uma
oportunidade para comprarem o seu produto ou serviço.
O desafio é ajustar a sua comunicação para falar com a sua audiência e
convidá‐las a evoluir nessa escala de consciência. Neste processo será

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
fundamental você criar um Funil de Vendas na sua ferramenta de e‐mail
marketing, por exemplo, ou ainda utilizar campanhas de Remarketing,
veiculando postagens específicas para pessoas que acessaram ou interagiram
com conteúdos específicos do seu website e das suas redes sociais.
Se alguns dos termos que eu menciono nesse livro não são familiares para
você, eu recomendo que você acompanhe as postagens do nosso blog em
https://www.turbomkt.com.br/blog onde existem diversos artigos que
explicam como funcionam os processos do mercado de Marketing Digital e
também sobre a criação de infoprodutos.
No próximo passo deste livro vamos abordar a estrutura do seu produto e
como ele deve se conectar com os problemas do seu avatar, vamos em
frente.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
PASSO 3: VENDA O QUE ELES DESEJAM, ENTREGUE O QUE ELES
PRECISAM
Um dos maiores erros cometidos por empreendedores no mercado digital é
desenvolver tanto apego pelo seu produto, prestar atenção a detalhes que
não fazem nenhum sentido para sua audiência e demorarem meses para
criar um produto digital.
O que eu quero dizer com isso é que você precisa se colocar no lugar do seu
avatar, por isso eu mencionei no PASSO 1 deste guia que você deve validar a
sua ideia com pelo menos 10 pessoas do seu público alvo.
Imagine que você queira vender um programa de exercícios e nutrição para
deixar qualquer pessoa com o abdome chapado em 60 dias. Isso é o que o
seu produto faz, apenas para ilustrar.
Você acha que alguém se levanta pela manhã pensando em comprar um
programa de exercícios ou até mesmo uma dieta? Minha humilde opinião é
que eu acho que ninguém quer isso…
Agora, uma oferta que apresenta um método comprovado para você
conseguir o abdome de tanquinho em apenas 60 dias sem ter que frequentar
uma academia soaria melhor pra você?
Percebe a diferença? A segunda opção tenta vender algo conectado com a
pessoa, aquilo que ela está buscando, o resultado.
Uma vez que você tem a atenção do seu avatar, é claro que você deverá
explicar o que e como será entregue assim que ele se tornar seu cliente.
Nesse caso será entregue um programa de exercício que podem ser feitos
em casa, sem a necessidade de aparelhos e também um guia nutricional com
ingredientes simples que vão ajudar a potencializar os resultados dos
exercícios.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Entendeu o que é vender o que eles desejam e entregar o que eles
precisam? Dependendo de como você abordar a sua audiência, será o ponto
determinante para definir se você terá sucesso ou não.
Para ajustar a sua comunicação e escrever chamadas matadoras que
prendem a atenção das pessoas no meio de um mar de informações, eu
recomendo que você estude Copywriting, a arte de escrever textos que
vendem. Existem diversos livros e cursos sobre o assunto, caso você queira
alguma recomendação, basta entrar em contato comigo que terei prazer em
ajudar e recomendar algo.
Essas técnicas de comunicação devem ser aplicadas em tudo o que você
escrever, seja um simples e‐mail para a sua lista e também nas suas cartas de
vendas, nas suas postagens, nos seus vídeos, enfim, tudo o que você divulgar
na internet deve ser calculado, o conjunto dessas ações é que vai construir a
sua reputação e o seu sucesso no mercado digital.
No próximo passo eu vou te apresentar um processo que deve ser seguido
para realizar o lançamento do seu produto digital em apenas 30 dias, mas é
importante que os passos anteriores tenham sido executados e estejam bem
claros para você. Lembre‐se, não devemos pular etapas, foco no processo.
PASSO 4: Um produto digital PRECISA de um lançamento
Bem, se você chegou até aqui seguindo o passo a passo deste livro já deve
ter uma audiência engajada e já deve conhecer muito bem o seu avatar, seus
principais problemas e já escolheu exatamente o que vai entregar a elas por
meio da sua oferta.
Preciso repetir uma coisa: Se você ainda não fez a lição de casa, eu
recomendo que você volte, execute os passos anteriores e tenha paciência!
Criar um negócio digital é como correr uma maratona, não adianta sair
correndo com tudo, pois o percurso é longo, vamos com calma, mas com
foco no processo e sem procrastinar.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Nessa etapa eu quero te apresentar um plano de 30 dias para você criar o
seu primeiro produto digital e fazer as primeiras vendas, sim isso é
perfeitamente possível e eu mesmo já fiz isso diversas vezes, o que eu vou
compartilhar desse ponto em diante é um método comprovado que
simplesmente funciona.
Primeira Premissa: O que você prometer, entregue. Essa afirmação pode
parecer óbvia, mas não é. Tudo vai ficar claro ao final dessa etapa, mas desde
já quero te dizer que esse mercado não tem espaço para charlatões,
portanto, cumpra o prometido, sempre.
Construir uma reputação sólida online pode demorar muito tempo, meses,
anos, mas perder ela pode levar apenas algumas horas… A velocidade com
que a informação flui hoje pode ser o motor do seu sucesso ou do seu
fracasso.
Mas vamos lá, uma vez que você entendeu esse recado e vai realmente
ajudar a sua audiência a resolver um problema, vamos começar.
Resumidamente, mesmo antes de criar o seu produto, você vai fazer uma
aula ao vivo e gratuita onde você irá ajudar as pessoas que assistirem essa
aula, entregando um conteúdo de valor para elas, algo como seu fosse uma
palestra, ao final você vai fazer uma oferta e uma parte das pessoas que
estiverem ao vivo provavelmente vão se tornar seus clientes. Não se
preocupe, isso foi apenas um resumo, eu vou explicar passo a passo como
vai funcionar esse processo, onde você vai receber antes de criar o seu
produto, vamos ver como isso funciona.
1. O primeiro passo que você terá que executar é marcar a data do seu
lançamento.
Sei que pode parecer contra intuitivo, mas é isso mesmo que você acabou de
ler. Marque a data para 30 dias adiante, esse será o dia do seu lançamento.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Sem tomar essa decisão, você vai procrastinar, acredite, eu sei do que estou
falando.
2. Escreva uma promessa forte
Após marcar a data do seu lançamento, você deverá escrever uma promessa
forte, algo que provoque a seguinte pergunta na cabeça do seu avatar: Será
mesmo? Isso parece bom demais para ser verdade… Essa promessa deve ser
algo crível e deverá ser cumprida, lembre‐se da importância da integridade.
No dia do seu lançamento você vai apresentar um conteúdo de valor para o
seu avatar, portanto ao final da apresentação ele precisa ter algum problema
resolvido, algo que seja percebido como algo de valor por ele. Um exemplo
seria algo assim:
Quero te convidar a assistir uma aula gratuita onde eu vou te apresentar os 5
passos para você criar um negócio digital em menos de 30 dias, mesmo que
você nunca tenha vendido nada pela internet.
Repare que no exemplo acima eu não estou mencionando COMO a pessoa
irá criar o seu negócio digital e sim estou dizendo que vou apresentar 5
PASSOS para criar um negócio digital em menos de 30 dias, nesse exemplo, o
produto poderia ser uma mentoria ou um acompanhamento de algumas
semanas ou algo do gênero, mas é importante que no dia do lançamento, os
5 passos sejam apresentados.
Muitos empreendedores erram nessa etapa e no dia do lançamento ficam
ganhando tempo e querem revelar os 5 passos apenas para quem adquirir o
produto, isso seria enganação… Lembre‐se do que eu mencionei, se
prometer, cumpra!

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
3. Convide as pessoas para o seu lançamento
Aqui chegamos em uma etapa que muitos empreendedores desistem, afinal,
acho que você já percebeu que o produto ainda não foi criado, é isso mesmo,
não tem nada de errado, pode confiar que tudo vai dar certo, foco no
processo. Você já definiu a data do seu lançamento, já escreveu a sua
promessa forte, agora é hora de convidar as pessoas para o grande dia.
Isso deverá ser feito por meio de uma página de captura, onde as pessoas
deverão deixar o e‐mail para receber o link de acesso dessa aula ao vivo.
Essa aula ao vivo pode ser feita na sua página do Facebook, no seu canal do
Youtube ou até mesmo em ferramentas especializadas para transmissão ao
vivo, não se preocupe com esse detalhe no memento, no blog da TurboMKT
você vai encontrar posts que falam exclusivamente de ferramentas e
também estamos à disposição para orientar você em relação a isso. Todos os
nossos usuários têm todo o nosso apoio na validação desses detalhes.
Agora que a página de captura já está no ar, é hora de gerar tráfego, esse
deverá ser o combustível do seu lançamento, para isso será necessário
investir em anúncios nas redes sociais ou no Google, é importante reservar
uma verba para isso e atrair o maior número possível de pessoas,
infelizmente nem todas que se cadastrarem para assistir a sua aula ao vivo
vão comparecer, por isso precisamos ser eficientes na geração de tráfego. As
estatísticas apontam que apenas 10 a 25% das pessoas que se cadastram
comparecem.
As pessoas acabam se esquecendo, mas vamos aplicar algumas estratégias
para ajustar isso também, não se preocupe.
Todos os dias, você deve acompanhar as métricas de conversão desses leads,
você precisa saber quantas pessoas estão se cadastrando para assistir a sua
aula ao vivo e quanto você está investindo por dia.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Uma maneira bem inteligente é estabelecer metas para isso e acompanhar
no detalhe, para isso vamos estabelecer alguns pontos:
Audiência esperada para o lançamento: 2.000 pessoas
Dias para o lançamento: 20
Meta de Cadastros por dia: 100
Investimento Total: R$2.000
Meta de CPL (Custo por Lead): R$1,00
Expectativa de Comparecimento: 20% (400 pessoas)
Com os números acima, todos os dias você vai precisar monitorar quanto
está sendo investido e quantas pessoas estão se cadastrando, de acordo com
os números você pode otimizar as campanhas de tráfego.
Enquanto essas campanhas estão rodando e as pessoas estão se cadastrando
você vai cuidar do próximo passo, elaborar a apresentação que você vai fazer
no dia do lançamento.
4. Script da Apresentação
A apresentação que você fará no dia tem que seguir um roteiro, o que vou te
apresentar aqui é um dos scripts da Fórmula de Lançamento, método
comprovado que já gerou muitos milhões em vendas no Brasil e no mundo.
Se você seguir esse script à risca, as suas chances de sucesso vão aumentar.
Eu vou te explicar o passo a passo desse script, mas resumidamente ele terá
as seguintes fazes:
Abertura, Promessa, História, Conteúdo, Oferta, Encerramento.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
1. Apresentação da Promessa
Inicie a apresentação reafirmando o que será entregue, essa afirmação
deverá ser a mesma pela qual as pessoas se cadastraram para assistir a
sua aula.
2. História
Muitas das pessoas que estiverem assistindo a sua aula não te
conhecem e por isso é importante que você se apresente, essa história
tem o objetivo de dizer quem é você para ensinar o que você
prometeu, ou seja, a história tem que dar plausibilidade para os eu
método. Entre na história o mais rápido possível, algo como no máximo
2 minutos após a abertura da sua apresentação. Não demore muito
para contar essa história, recomendo algo em torno de 10 minutos, ao
final utilize uma transição do tipo “… agora que você já me conhece e
sabe de onde surgiu o método XYZ, vamos começar a nossa aula…”
3. Conteúdo
Nessa etapa é importante você caprichar, entregue o que você
prometeu, se foram 5 passos, apresente os 5 passos, a sua audiência
estava esperando por esse momento, não economize, mostre o seu
melhor, o importante é cumprir o combinado e se você seguiu as
etapas anteriores já deve ter entendido que esse conteúdo não é o seu
produto completo, é apenas uma amostra, porém, é uma amostra que
resolve um problema específico, algo que a sua audiência precisa
chegar ao final da aula com o seguinte sentimento: Uau! Essa aula foi
muito boa! Como eu faço para me aprofundar mais? Se você conseguir
provocar essa pergunta na cabeça do seu avatar, o objetivo terá sido
alcançado.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Ao final do conteúdo você terá que fazer mais uma transição e entrar
na oferta, agora vai começar o seu pitch de vendas, no dia do
lançamento é importante você anotar algumas métricas, melhor ainda
se tiver alguém junto com você para te ajudar nisso. Essas métricas
seriam:
Quantas pessoas se cadastraram?
Quantas pessoas compareceram?
Quantas pessoas estavam assistindo no início do conteúdo?
Quantas pessoas ficaram até o final do conteúdo?
Quantas pessoas estavam assistindo no início do pitch de vendas?
Quantas pessoas ficaram até o final do pitch?
Quantas pessoas ficaram até o final?
Quantas vendas?
Esses números vão te ajudar a entender o seu lançamento e efetuar os
ajustes necessários para o próximo.
A transição do conteúdo para a oferta deve ser sutil e algo como: “…
bem, esse foi o conteúdo que eu preparei para você hoje, eu gostaria
muito de continuar falando mais, mas essa aula já está ficando longa e
agora eu quero te apresentar uma oportunidade para dar o próximo
passo…”.
4. Oferta
A oferta deve conter alguns elementos em uma sequência lógica, tente
não inverter essa sequência, lembre‐se de que estou te apresentando
um método comprovado, acho que você já deve ter ouvido aquela
expressão: “Em time que está ganhando, não se mexe!”

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Promessa
Qual será a transformação que o seu produto promete causar na vida
do seu avatar, você precisa explicar isso em uma frase simples.
Benefícios
Quais serão os benefícios percebidos pelo seu avatar se ele adquirir o
seu produto ou serviço.
Entregáveis
Como, quando e como o seu produto será entregue. Lembre‐se de que
você ainda não produziu o produto! Nesse memento você pode afirmar
que vai liberar 2 aulas por semana durante 8 semanas, totalizando 16
aulas, por exemplo. É importante que já tenha pelo menos 1 ou 2 aulas
liberadas para o seu avatar consumir assim que fizer a compra, se o seu
produto for uma entrega presencial, por exemplo, divulgue a data do
primeiro encontro, ele precisa entender que está dentro e já tem algo
planejado para o próximo passo.
É importante que você cumpra à risca as datas de entrega, isso será
importante para fortalecer a sua reputação e melhorar os resultados
nos próximos lançamentos.
Se você já tiver produzido uma parte do seu produto, mostre
rapidamente, pelo menos algumas imagens, isso vai aumentar o desejo
de compra no seu avatar.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Bônus
Inclua algo que o seu avatar não estava esperando, algo que
complemente o seu produto, algo que seja percebido como um
diferencial. Tome cuidado para não colocar uma parte do seu produto
como bônus, precisa ser algo realmente complementar, se o seu avatar
perceber que você tirou um pedaço do seu produto e está dizendo que
é um bônus, vai se sentir enganado e você vai perder a força na sua
estratégia.
Garantia
Assuma os riscos, mostre para o seu avatar que ele só tem a ganhar e
que o risco é todo seu. Diga que se em X dias ele não gostar do
produto, você devolve 100% do investimento realizado, sem perguntas.
Esse tipo de abordagem deve causar segurança nos eu avatar e
provocar um sentimento de “Humm, por que não? Vamos ver, se eu
não gostar, peço meu dinheiro de volta”.
Prova Social
Se você já vendeu esse produto antes para alguém ou mesmo algo
similar, mostre depoimentos de pessoas que você ajudou e que tiveram
alguma transformação decorrente do seu conteúdo. É importante que
esses depoimentos sejam reais e íntegros, jamais minta, o seu avatar
tem um aguçado faro para mentiras.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Ancoragem de Preço: O preço falso
Se existir algum produto similar ao seu no mercado, levante os valores
de aquisição, desde que sejam mais caros que o seu! Mostre que no
mercado estão praticando tais valores e diga que você quer realmente
ajudar as pessoas e por isso você acha que X Reais é um preço justo
(mencione algo pelo menos 50% acima do valor real do seu produto.
Essa estratégia é importante para que o seu avatar considere o seu
preço “barato”, pois ele irá comparar com o mercado e com o valor que
ele absorveu nessa etapa do script.
Justifique esse valor, reforçando os entregáveis, as garantias, os bônus
e as provas sociais e mencione que considera esse valor um preço
justo.
Preço
Agora crie uma situação que você pensou bem e como você tem o
compromisso de ajudar as pessoas que estão assistindo a sua aula,
você resolveu criar uma condição especial e por isso o valor que a
pessoa terá que pagar será de apenas Y Reais (revele o preço real).
Reforce que nesse valor estão inclusos os entregáveis, os bônus etc.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
Chamada para a Ação
Mostre o que a pessoa deve fazer para realizar a compra, divulgue um
link no chat ao vivo e detalhe o processo de compra, ao clicar no link,
qual será a tela, mostre um print, explique as formas de pagamento,
facilite as coisas para o seu avatar e tenha alguém de prontidão para te
ajudar a esclarecer as dúvidas sobre o processo de compra. Esse é um
memento sensível e não queremos que dê nada errado!
Escassez
Crie um ambiente de escassez, mencione que você tem apenas X vagas,
ou que as matrículas estarão abertas por apenas X dias, enfim, crie um
ambiente que force as pessoas a agirem, caso contrário elas perderão
uma oportunidade. Mantenha esse ambiente de escassez por apenas
alguns dias, de 4 a 7, no máximo. Ao finalizar esse prazo, encerre as
inscrições e deixe que algumas pessoas fiquem de fora. Nunca crie uma
escassez falsa, caso contrário essa estratégia não funcionará na
próxima vez.
Encerramento
Finalize a sua apresentação com um clima de desapego, com
afirmações do tipo: “Bem, eu encerro por aqui, espero que esse
conteúdo tenha te ajudado e também espero que você aproveite essa
oportunidade e consiga uma das vagas, te vejo do outro lado…”

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
5. Entrega do Produto
Se o seu produto for um curso online, você vai precisar basicamente de 2
coisas para vender e entregar o seu produto: Uma plataforma de
pagamentos e uma área de membros integrada com essa plataforma. Dessa
forma, assim que uma venda for realizada, o acesso do aluno será gerado
automaticamente e enviado por e‐mail para a pessoa que comprou.
A área de membros deve ser organizada em módulos, vídeo aulas e caso seja
necessário, você pode incluir documentos anexos para complementar os
estudos dos seus alunos. Além disso, a área de membros deve possibilitar a
interação entre você e os seus alunos, por meio de comentários e perguntas
e respostas relacionadas às aulas.
A TurboMKT oferece todas as ferramentas necessárias para você vender e
entregar produtos digitais, conte com a nossa ajuda nessa etapa do
processo.
6. Análise do Lançamento
Após o encerramento das inscrições você precisa se concentrar na entrega
do que foi vendido, essa deverá ser a sua prioridade, entretanto é necessário
também avaliar os resultados do seu lançamento.
Avalie quanto foi investido, quanto de crescimento você teve na sua lista,
quais foram os aprendizados e qual foi o resultado financeiro.
No próximo passo eu quero te explicar um pouco do que acontece após o
lançamento.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
PASSO 5 – UM LANÇAMENTO SEMPRE DÁ RETORNO
O último passo deste livro, mas não menos importante é o que acontece
após o seu lançamento, afinal você se dedicou durante pelo menos 30 dias
para que esse lançamento acontecesse.
Antes de te explicar como isso funciona, quero te dizer que ANTES do seu
lançamento é importante você estabelecer algumas metas.
Estou falando de metas de vendas, mas deixa eu explicar porque elas ficam
no plural, você precisa trabalhar com cenários e ter um plano de ação para
cada um desses cenários.
Exemplo:
Cenário Pessimista: 0 vendas ou 5 vendas (apenas um exemplo)
Se isso acontecer, eu farei….
Cenário Normal: 50 vendas
Se isso acontecer eu vou ter lucro e por isso vamos fazer ….
Cenário Otimista: 100 vendas
Se isso acontecer, o lançamento superou longe as minhas expectativas e eu e
a minha família vamos comemorar fazendo uma viagem para…
Acredite, é muito importante que você tenha planos de ação para cada um
dos cenários, pois dessa forma você não vai se frustrar e sempre terá o
próximo passo planejado.
O que fazer se tudo der errado?

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
É importante se preparar para esse cenário, é claro que sempre pensamos
positivo e queremos que o lançamento seja um sucesso, mas caso as vendas
não aconteçam, não se desespere.
É preciso entender um conceito: Um lançamento SEMPRE dá retorno.
Deixa eu te explicar melhor, você sempre vai sair de um lançamento melhor
do que entrou, você terá rompido algumas barreiras, terá aprendido muitas
coisas, terá aumentado a sua lista de e‐mails, terá desenvolvido novas
estratégias, enfim, terá avançado muito.
Procure analisar sempre pelo lado positivo, isso não quer dizer que você não
deverá mudar nada na sua oferta, muito pelo contrário, caso você não
consiga atingir a sua meta mais conservadora é sinal de algo saiu errado e
precisa ser corrigido.
Efetue os ajustes necessários, crie um plano de ação e marque a data do
próximo lançamento, lembre‐se de que empreender no mercado digital não
é simples e talvez você precise de mais de uma tentativa até acertar a
estratégia correta.
Já participei de lançamentos que não deram certo, mas também já participei
de lançamentos de 6 dígitos em 7 dias, o famoso 6 em 7, um dos jargões do
mercado digital.
Você precisa entender uma outra citação desse mercado:
“Progresso é mais importante que perfeição”
Continue avançando, sempre. Ajuste o que deu errado e potencialize o que
deu certo.
Conte com o apoio da nossa equipe de sucesso do cliente na TurboMKT,
estamos preparados para te ajudar a fazer lançamentos cada vez melhores.

Como criar e lançar o seu primeiro produto digital – Edson Moreira
ENCERRAMENTO
Bem, espero que o conteúdo deste e‐book tenha te ajudado de alguma
forma e desejo que você tenha sucesso os seus lançamentos.
Aproveito para te convidar a conhecer a TurboMKT, a mais moderna
plataforma de pagamentos online para o mercado de infoprodutos.
Oferecemos as melhores ferramentas para você criar o seu negócio online e
temos um exclusivo programa de pontos e benefício, o Turbo SCORE, onde
todas as suas ações realizadas na nossa plataforma são convertidas em
pontos que podem ser trocados por benefícios para você e para o seu
negócio.
Para saber mais sobre as nossas ferramentas, deixo aqui os links para você:
TurboMKT: www.turbomkt.br
Turbo SCORE: www.turboscore.com.br
Entre em contato conosco: contato@turbomkt.com.br
Encerro esse e‐book com uma frase do livro “O Mensageiro Milionário” de
Brendon Burchard:
“Faça a diferença e enriqueça ao compartilhar
os seus conhecimentos”

Rolar para cima
×